Mobilização para projetos de impacto
FAQ | Recorrente: financiamento contínuo

FAQ - Perguntas Frequentes


Oi! Somos a Benfeitoria, uma empresa social fundada em 2011 no Rio de Janeiro.
Criamos "experimentos colaborativos", que são plataformas, ferramentas ou conteúdos que nos ajudam a realizar projetos de impacto juntando pessoas incríveis.
O nosso primeiro experimento foi uma plataforma de crowdfunding, o financiamento coletivo. Lá, pessoas comuns ajudam projetos a ganharem vida!
O Recorrente é parecido, mas se propõe a ser uma plataforma para apoiar de forma contínua essas iniciativas transformadoras.
Além disso, tem o Rio+, que é uma ferramenta de prototipação de ideias criativas na cidade. O cidadão dá uma ideia e, se ela for escolhida, a gente testa ela na rua como protótipo!
O Reboot é um festival de wikinomia, realizado pela primeira vez no Rio em novembro de 2014.
Temos também o UFC, "Universidade do Financiamento Coletivo" - um curso online e gratuito sobre crowdfunding com tudo que você precisa saber para tirar seu projeto do papel!
Queremos fomentar uma cultura e uma economia baseada no cuidado, na criatividade e na colaboração. Queremos influenciar comportamento, provocar, colocar as pessoas fora da zona de conforto, desafiar o óbvio e quebrar padrões.
Não seria muito mais excitante viver num mundo onde a gente conseguisse se conectar de um jeito fácil com iniciativas com propósitos que nos representam? A gente também acha. Só por isso que estamos aqui.
Com a sua ajuda. Conectando você e outras pessoas incríveis a projetos que fazem diferente e fazem a diferença.

Ihhhh... Aí depende! Se você quer saber da Benfeitoria, a gente faz de tudo! Por isso, vamos focar só no Recorrente aqui, ok? A plataforma vai ser um ponto de encontro entre iniciativas incríveis que buscam recursos e pessoas interessantes que querem fazer parte. No Recorrente, vamos criar uma assinatura mensal, onde essas iniciativas poderão dar início a uma política de sustentabilidade que envolva os apoiadores como agentes protagonistas, começando pelo financiamento contínuo. Entendeu o nome agora?
Sabia que você ia perguntar isso... É o que as pessoas mais perguntam! Preparamos um infográfico que explica direitinho!

Temos várias campanhas abertas no site, buscando assinantes para conseguir dar continuidade a realização dos seus planos. Você pode ver todas aqui! É só entrar na página de uma das campanhas e apoiar com um valor mensal. Divulgar sempre ajuda também, claro!
Por enquanto, só cartão de crédito. Depois, prevemos a utilização de PayPal e Débito bancário. Boleto só se você prometer que vai pagar todo mês, tá?
Usamos a tecnologia da Moip, que é uma grande operadora de pagamentos. Todos os dados de pagamento são passados diretamente para eles de forma totalmente segura e essas informações nunca passam pelos nossos servidores.
A Moip é a operadora de pagamentos que faz o gerenciamento de todo o fluxo financeiro da plataforma. É uma das maiores e mais confiáveis empresas do setor.
Todos os dados de pagamento são transmitidos para os servidores dela diretamente, com total segurança.
A Moip faz o processamento do pagamento e cuida do dinheiro até o mesmo ser repassado para o responsável pela campanha, que então pode fazer uma transferência para o seu banco. Por tudo isso, ela cobra 5% sobre o valor mensal arrecadado.
As contribuições no Recorrente serão apenas no formato de assinatura mensal. MAS se você gostaria de conhecer projetos de impacto que, para saírem do papel, têm orçamento e prazo definidos, você pode entrar na nossa plataforma de crowdfunding e conhecer os projetos que estão atualmente no ar!
A assinatura é contínua, ou seja, vai ficar valendo até que seja cancelada por você ou por algum outro motivo, como por exemplo a falta de pagamento. Você pode cancelar quando quiser. Mas a gente sabe que você não vai fazer isso, né? ;)
Uma vez ao mês, o valor escolhido por você será debitado. Não se preocupe que sempre vai chegar um e-mail para você informando essa cobrança.
Claro! É bem fácil! É só ir na página da própria campanha e clicar no botão de alteração de valor...
A Moip guarda as informações do seu cartão de crédito. Para alterar o cartão que está sendo cobrado, é só ir no seu perfil e alterar as informações. Mas você só pode ter um cartão cadastrado para todas as assinaturas do Recorrente, ok?
E vale lembrar que essas informações não ficam guardadas com a gente, mas sim com a Moip no ambiente seguro controlado por eles.
É só entrar na página da própria campanha ou nas Minhas Assinaturas. Lá você pode modificar o valor ou cancelar a qualquer momento!
Além de um sorriso no rosto e uma sensação de dever cumprido, uma série de benefícios e recompensas oferecidos por cada campanha.
Existem celebrações vinculadas às metas, mas também benefícios mensais, como a participação numa reunião, acesso a informações sigilosas, direito a voto em uma questão de vida ou morte e por aí vai... Como esses itens variam de campanha para campanha, vale dar uma conferida na página daquela que você mais curtir.

Olha, essa pode ser uma questão delicada! O Recorrente, assim como tudo que a Benfeitoria faz, é pensado para iniciativas de impacto positivo e interesse coletivo. Além disso, queremos contar com iniciativas coesas, que dêem força e credibilidade umas às outras, gerando uma rede de troca.
Não aceitamos propostas puramente comerciais e tampouco campanhas político-partidárias ou de promoção religiosa.
Entra aqui e vê o guia especial que explica isso tudo um pouco melhor.
O quanto a sua rede quiser contribuir! Não há limites! Mas não vá achando que é fácil, hein? Você vai ter que suar a camisa, mostrar planejamento e transparência. Mas, no fim, val e a pena!
Através de uma conta Moip que você vai ter que fazer. Fica tranquilo, que a gente te orienta ;)
Uma vez por mês o dinheiro cai na sua conta Moip e você pode repassar para o banco.
Enquanto a plataforma existir, sua iniciativa pode estar aqui. E a gente espera que isso seja muuuuuito tempo!
Publicar não custa nada, mas exige algum esforço. Depois de publicada a campanha, a gente cobra um valor de 8% sobre o valor arrecadado por mês. Afinal, a gente poderia estar **curtindo uma praia, vendendo hot dog ou passando trote**, mas estamos aqui criando redes-ecossitêmicas-de-retroalimentação-potencial para iniciativas que valem a pena (ufa!). E não esqueça que também tem a taxa de 5% da Moip (operadora de pagamentos). Mas fique tranquilo, basta levar essas taxas em consideração quando for estipular suas metas de arrecadação que fica tudo resolvido.